Arquivo da categoria: release

Para a imprensa

Paloma Jorge Amado e Maria Sampaio lançam juntas seus novos livros

Março chega com boa notícia em dose dupla para a literatura baiana: no próximo dia 9, a partir das 17h, serão lançados na Livraria Tom do Saber, no Rio Vermelho, o primeiro livro infantil de Paloma Jorge Amado, “Tio Tomás”, e o segundo volume dos “Continhos para cão dormir”, de Maria Sampaio. As reservas já podem ser feitas no hotblog www.mariaepaloma.wordpress.com.

Além de celebrar uma amizade de décadas, que as escritoras herdaram dos pais, o escritor Jorge Amado e o artista plástico Mirabeau Sampaio, o evento abre o segundo ano da coleção Cartas Bahianas, da P55 Edições, que em 2009 lançou doze títulos, incluindo os “Continhos” iniciais.

Outra parceria também será celebrada no dia 9. Autora de mais dois livros para crianças ainda inéditos, chamados de “Azul” e “Rosa”, Paloma escolheu estrear no gênero com a publicação de “Tio Tomás”, que ela escreveu com base nas memórias afetivas do atual marido, o argentino Pedro José Entio.

A relação entre os dois já daria um romance: namorados nos anos 60, eles se separaram. Perderam contato, e se reencontraram em 2006, já divorciados. “Estamos casados há dois anos e sempre pensamos em, juntos, trabalhar em literatura: ele conta as histórias e eu escrevo. Esperamos que ‘Tio Tomás’ seja o primeiro de uma série, que misture nossas experiências brasileira e argentina”.

Paloma tem oito títulos publicados. Três são livros de culinária. Um, em conjunto com os primos, é uma história para adolescentes. Os outros quatro são biográficos. “Tio Tomás”, que é ilustrado pela própria autora, passou por um crivo especial: o neto de três anos. “A mãe leu e ele fez vários comentários”, conta ela, que teve de incluir, por exemplo, o desenho de uma zebra solicitado pelo leitor exigente. “No final, ele aprovou, e os outros netos também leram”.

Diálogo

O encontro promovido pelas Cartas Bahianas também pode ser visto como mais um capítulo do diálogo literário entre as autoras. Uma das primeiras a ter acesso aos originais de “Estrela de Ana Brasila”, romance de estréia de Maria Sampaio, Paloma gostou tanto que acabou se encarregando de apresentar o livro ao mercado. A publicação coube à Editora Record, que, diante da boa receptividade da obra, publicou também “Rosália Roseiral”, o segundo romance de Maria.

A amizade entre as duas começou na adolescência, no embalo dos encontros entre as duas famílias. Colegas desde o primário, Jorge Amado e Mirabeau Sampaio foram amigos de toda a vida. Quando Jorge voltou a morar em Salvador, na década de 60, a amizade se estendeu às mulheres, Zélia e Norma, e envolveu também os filhos.

Maria conta que Paloma já era primeira leitora desde os tempos em que escreveu suas memórias de juventude, sem qualquer intenção de publicar. Continhos – Tendo chegado às letras depois de uma bem sucedida carreira como fotógrafa, Maria Sampaio tornou-se também, recentemente, uma entusiasta do universo dos blogs.

 Boa parte dos “Continhos para cão dormir” vem do blog homônimo que ela mantém desde 2008 ( http://continhosparacaodormir.blogspot.com ). A ideia dessas histórias curtas, numa sintaxe bem particular, foi concebida antes da internet, nos anos 80, e chegou a gerar uma edição doméstica, distribuída aos amigos. Conduzida pelo poeta e editor Claudius Portugal, a coleção Cartas Bahianas publicou o primeiro volume dos continhos em 2009.

A edição bateu o recorde dos lançamentos da coleção até agora, com cerca de 200 exemplares vendidos na noite de autógrafos. Maria diz que os textos foram encaminhados de uma só vez para Claudius. “Foi então que ele me disse que ali havia dois volumes”, conta.

Os textos da segunda parte são mais recentes, muitos já postados no blog. Maria entende que eles talvez contenham mais amabilidade que os primeiros. Ela atribui a mudança à morte da cadelinha Tieta, a primeira interlocutora dos continhos. “Mais amável diante da perda”, ela por outro lado fez menos desenhos para este volume – as ilustrações também são de sua autoria.

Enquanto isso, segue produzindo a todo vapor: do blog podem ser extraídos também os “contos photográficos”, historinhas imaginativas a partir de figuras anônimas retratadas em fotografias do século XIX, mantidas no acervo da escritora. Há ainda dois romances a caminho. Um deles será a sua estréia no gênero policial.
(Texto: Nilson Galvão)

Anúncios